Dissident

Entra a matar, sai a curtir.
 
InícioPortalFAQRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Textinhos do Tomatrix

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Textinhos do Tomatrix   Seg Nov 16, 2009 7:34 am

Bom, já que fiz um topico onde postei fotos dos quadros que pintei, pensei num em que postasse alguns trabalhos escritos meus. Os primeiros que vou postar são de um trabalho que fiz sobre "O Auto da barca do Inferno", onde tive de fazer uma composição sobre um sonho no paraiso e outro no inferno.
Bom, vou começar com o do Inferno:

Citação :
O Inferno sonhado
Uma vez adormeci sentado na cadeira da minha secretaria à noite devido a ter feito uma pesquisa para um trabalho de Português sobre o Inferno e o “Auto da Barca do Inferno” e quando acordei, eu tinha acordado no chão. Levanto-me e reparo que estava noutro local. O céu deste local estava vermelho cor de sangue e estava cheio de nuvens negras que mais pareciam fumaça e o céu estava cheio de trovoada. O ar tinha um cheiro estranho, parecia o de um incêndio misturado com cadáveres em decomposição, dando-me vontade e vomitar.
Tenho atenção ao terreno em que ando e reparo que o chão era feito de alguma massa queimada. Do chão podiam-se ver géisers de onde saiam chamas em vez de vapor e algo me assustou: braços humanos. Um deles agarrou-me e eu em pânico tento fugir e consigo. Compreendi logo que o chão era feito de carne humana.
Com o medo, tento fugir até chegar a uma espécie de árvore feita de ossos. Vários corvos negros com bicos e garras de ferro enferrujado e somente um olho no meio da testa estavam a comer algo. Os corvos voam para fora da árvore mostrando-me uma revelação horrenda: eles estavam a comer uma pessoa que estava presa aos ramos da árvore cheios de espinhos e garras. O sangue que se escorria da árvore até ao chão era bebido por bocas que apareciam no chão, fazendo parecer que para esta “Terra” o sangue era o mesmo que a água no nosso mundo. O pior foi que o suposto cadáver começa a regenerar-se, tendo á sua volta, os corvos banhados em sangue, voando em círculos, preparando-se para voltar a comer o pobre individuo.
Lembrei-me do mito de Prometeu e da sua eterna tortura. Com o horror, eu chego a um rio vermelho que cheirava a sangue até que chega um homem num barco que ofereceu para dar-me boleia. Eu aceitei, mas quando chego a um nível maior no rio, vou a perguntar ao indivíduo que estava encapuçado onde íamos. Em desespero puxo o seu capuz e nele vi algo horrível: a cara do homem era metade caveira queimada e outra metade, cara com carne queimada. Os seus cabelos eram cobras que saíam do crânio. Como choque eu desequilibrei-me e acabo por cair no rio de sangue. Algo estava mal, eu sentia que a água, me puxava a ela, então eu reparei que o rio estava cheio de espíritos que me puxavam. Eu estava horrorizado, tentava fugir, gritando desesperadamente por socorro, mas era em vão. Por baixo de água, ou sangue, sentia o meu corpo a queimar e, ao mesmo tempo, sentia a minha espinha a gelar.
Milagrosamente acordo na minha secretária a transpirar e a respirar ofegantemente. Eu tinha tido um pesadelo infernal.


E o segundo, o do paraiso:

Citação :
A minha visão do paraíso num sonho
Lembro-me de uma vez ter adormecido no sofá grande na minha sala, após ver uns filmes no meu estado cansado. Fecho os meus olhos e depois abro-os numa floresta, onde eu estava a dormir à sombra de uma árvore. Eu levanto-me e observo espaço à minha volta, onde parecia estar num bosque, com colinas, umas montanhas no Norte, vários animais viviam em paz e o clima neste local nem era frio nem quente, era ameno. Senti-me confortável com este clima.
Apesar do céu azul, não existiam nuvens, em vez disso podiam-se ver as estrelas, mesmo de dia. O céu estava decorado por constelações.
Tiro uma maçã de uma macieira, e como magia, nascia logo uma nova. Fiquei com a impressão de não existir fome neste local.
Encontrei pessoas num estado tranquilo e pacífico, algumas dedicadas à música e à arte, outras que demonstravam mutuamente amor e amizade.
O próprio vento fazia um roído agradável: parecia que cantava uma canção suave e pacífica. Eu continuava a passear pela floresta, indo em direcção a uma colina rochosa até começar a ouvir uma voz. Parecia ma bela voz humana a cantar. Eu fiquei atraído pela voz até chegar a uma enorme rocha onde estava sentada a cantar: uma bela mulher com uma pele branca como a neve, cabelo dourado, olhos azuis como safiras, vestida de uma túnica branca semelhante às utilizadas por mulheres no tempo dos gregos antigos, descalça e tinha um longo fio prateado a prender o seu cabelo. Ela não tinha reparado na minha presença e eu fiquei escondido atrás de um pinheiro a ouvir a sua bela voz, até que piso nalguma coisa que fez com que revela-se onde estava. A jovem parou de cantar num estado alarmado e do nada apareceu nela algo que me surpreendeu: nasceram-lhe asas. As asas dela eram brancas e reflectiam a luz do sol.
Eu fiquei surpreso, estava a ver á minha frente um anjo de carne e osso. Ela levanta voo, deixando pelo ar penas brancas que flutuam pelo ar como se fossem folhas a cair no céu. Eu segui o rasto da plumagem branca que reluzia a luz do sol como se fosse um diamante.
Cheguei a passar por um vale onde se viam árvores com flores de cerejeira. As flores lançavam as suas pétalas pelo vento. Continuo a perseguir o rasto de plumas até chegar a um rio.
A água era tão transparente e tão suave que podia-se ver o reflexo das estrelas e do sol ao mesmo tempo que se via a fauna marítima a nadar pelas estrelas, através do reflexo.
Chego a achar uma pena branca no rio, seguidamente vou a tentar apanha-la numa maneira que não caia á agua até que reparo que atrás do meu reflexo estavam um par de asas e vou a tentar virar-me até que alguém me empurra para dentro de água. Eu viro-me para ver quem me empurrou e vejo ela com umas gargalhadas inocentes. Eu levanto-me e num acto súbito tento apanha-la, mas ela levanta mais uma vez voo. Ela desfaz-se das suas asas, para me dar uma hipótese. Então ela começa a correr e eu persegui ela, mas o mais engraçado era que não era para vingar-me, eu queria apanha-la como se fosse por diversão. Nós corríamos no que parecia ser um jogo da apanhada ao pé de um monte de árvores até que me perdi. Não sabia mais onde ela estava, até que umas mãos taparam-me os olhos e eu agarrei nelas para virar-me e reparar que era ela. Ela sorriu para mim e eu respondi com um sorriso meu. Ela volta a erguer as suas asas e dá-me a sua mão. Eu agarrei nela e algo aconteceu nas minhas costas: nasceram-me asas também.
Nós levantamos voo juntos pelo céu fora. Vi como esta região era bela, revi o vale com flores de cerejeira que tinham lá um casal de veados com uma cria, parecendo um vale Japonês medieval; passamos pela floresta , vimos colinas, chegamos a ver uma costa que parecia uma praia. Chegamos até a passar por uma montanha cheia de neve, parecendo os Alpes, sem nenhuma tempestade de neve, em vez disso, víamos a nevar em calma e serenidade. No céu podíamos ver a aurora boreal, apesar de não estarmos no pólo Norte. Cada vez mais compreendi onde estava, estava no Paraíso, mas não é nenhum paraíso qualquer, este mundo era nada mais, nada menos que o Eden que a minha avó me falou ao contar histórias da bíblia. Nunca pensei que fosse tão belo. Com tanta confusão na minha vida, eu tinha achado paz e amor neste mundo. A mulher anjo que me guiava, sorria a corar e acaba por agarrar na minha cara com a sua mão direita e vira-se para mim no ar. Parecia que sentia o mesmo. Os nossos lábios iam se juntando naquele ar sereno. A minha boca lentamente chegava ao pé da dela, lentamente, lentamente, até que algo inesperado acontece, as minhas asas desaparecem e eu acabo por cair em terra.
Eu abro os olhos e reparo que estou em casa, deitado no chão da minha sala, agarrado á cabeça que me doía devido ao impacto da queda. Eu sentia-me triste ao saber que a minha aventura era um sonho e que tudo o que lá achei era uma ilusão. Ao mesmo tempo eu perguntei-me a mim mesmo. Será que quando o meu tempo na Terra acabar, irei voltar para lá, mas desta vez de verdade?


E bem, eis aqui os dois textos. Eu os meti na barra de citar para os separar. Ambos tentei em contrate um do outro, criar como o oposto do paraiso e do Inferno, descrevendo um sonho num, e o pesadelo noutro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Layfon
Adeptus Major
Adeptus Major
avatar

Número de Mensagens : 1012
Idade : 27
Data de inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Seg Nov 16, 2009 1:08 pm

ainda bem ke nao tive ke fazer um trabalho do auto da barka do inferno xd mas o teu ta bom toma
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 8:14 am

Bom, estive a ver o meu pc antigo e consegui recuperar combates e segmentos (na maioria, do meu e-wrestler, Tomás convoy) na TWZ. Pergunto-me se o Zanon chegou a ler. Se ele ainda estiver com ideias de criar uma e-fed, fica a conhecer alguem para contratar como writter lol. Para quem não sabe, E-wrestling é uma forma de oleplay de wrestling, onde se emula uma federação e que cada membro tem o seu wrestler. A que eu participava era a TWZ (traumatic wrestling zone) e o meu lutador era o "The Headhunter" Tomás Convoy. Vou postando alguns trablhos meus nessa area para entreter so wrestling fans do forum. Aviso já que naquela altura dava várias calinadas na escrita lol.

Primeiro vou postar um segmento entre a minha tagteam antiga, s Brothers of evil (Uma especie de tagteam baseada nos DX) que feudava com outa chamada TRash destroyers:

Spoiler:
 

E eis um combate: Nestum the Ripper contra "The Headbanger " Crusher

Spoiler:
 
E agora, o combate pelo tituloda ultimate division da TWZ: James contra Kris Karnage:

Spoiler:
 

E aqui está um outro segmento do meu e-wrestler, Tomás Convoy com o The Godfather:

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 8:16 am

Aqui está uma segunda parte (Era para por tudo junto num só post, mas não deu para tal):

E agora, Tomás Convoy contra Nestum:

Spoiler:
 

E eis aqui uma fatal four way entre duas tagteams que iriam mais tarde lutar pelo titulo tagteam da companhia no payperview a decorrer na altura:

Spoiler:
 

E aqui está um combate hardcore entre Bubba Akawenga e Guerrero:

Spoiler:
 

E aqui está o ultimo segmento dos BOE :

Spoiler:
 

E por ultimo, Daniel-San contra Heiteler num steel cage match (Este combate ficou incompleto pois a parte final foi escrita pelo booker):

Spoiler:
 

E eis aqui o meu tributo á TWZ. Espero que curtem ler e que quem sabe se ainda não teremos uma efed no dissident.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zanon
MiniLuv
MiniLuv
avatar

Número de Mensagens : 1451
Idade : 27
Localização : In a Cave
Data de inscrição : 16/03/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 9:57 am

Ehhh um dos teus miticos combates xD

AirPayne nunca se estreou na TWZ XDD
V.V

Epah a gente tem que organizar isso, eu curtia reviver a TWZ aqui, com mais gente!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dissident-forum.forum-livre.com
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 10:35 am

Chegaste a ler mais combates, tanto escritos por mim como por outros users Zanon? Poderiamos até mesmo criar a DWL (dissident wrestling league) ou algo parecido, ma se criassemos uma efed, secalhar era melhor algo pequeno como o princpio da TWZ só para o fun do pessoal. Eu poderia ajudar no writting e talvez daria-te algumas ideias para o booking.
Já agora, o que achaste dos combates e segmentos que escrevi?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Layfon
Adeptus Major
Adeptus Major
avatar

Número de Mensagens : 1012
Idade : 27
Data de inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 12:07 pm

tomatrix escreveu:
Chegaste a ler mais combates, tanto escritos por mim como por outros users Zanon? Poderiamos até mesmo criar a DWL (dissident wrestling league) ou algo parecido, ma se criassemos uma efed, secalhar era melhor algo pequeno como o princpio da TWZ só para o fun do pessoal. Eu poderia ajudar no writting e talvez daria-te algumas ideias para o booking.
Já agora, o que achaste dos combates e segmentos que escrevi?
axo ke devias eskrever para a wwe xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 1:12 pm

Como se a WWE não banisse a maioria dos golpes que escrevo lol.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zanon
MiniLuv
MiniLuv
avatar

Número de Mensagens : 1451
Idade : 27
Localização : In a Cave
Data de inscrição : 16/03/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 1:59 pm

Experimentavas XD

Eu li 2 combates apenas, foi este e outro que tava lá num "PPV" da TWZ.
Este combate está muito fixe e bem descrito. Se houvesse gente interessada, abria-se a DTWL (Dissident Traumatic Wrestling League?) ^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dissident-forum.forum-livre.com
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qua Dez 02, 2009 4:13 pm

Se desse para ressuscitar a TWZ por mim era necessario o Crusher no booking. Se a TWZ poder ser considerada uma obra de arte (Exagero mas em fim) foi graças ao seu trabalho, afinal foi ele que a criou. O problema é que acho que a maioria dos membros do Dissident não devem curtir wrestling, senão quem sabe, criava-se uma e-fed. Podia até ser indie, ou seja mensal, a não ser que tenhamos a pachorra de fazer shows semanais com ppvs como a TWZ e antigamente a VWW e EWL no principio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zanon
MiniLuv
MiniLuv
avatar

Número de Mensagens : 1451
Idade : 27
Localização : In a Cave
Data de inscrição : 16/03/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Qui Dez 03, 2009 11:56 am

Considero a TWZ uma obra de arte pelo simples facto de ter "morrido" e ter tido uma "ressurreição" ^^ Pena que toda a gente desistiu sem PPV V.V

Fala com o pessoal que pertencia ao projecto e pergunta-lhes se querem ressuscitar o projecto, e chamava-se pessoal de outras E-Feds que queira voltar XD

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dissident-forum.forum-livre.com
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Sex Dez 04, 2009 11:13 am

Isso vai ser dificil já muitos e-wrestlers fartaram-se, alem disso, haviam algumas turras e desavenças por causa desta e-fed isto e esta e-fed aquilo, ou, este tem um push aqui e este é um jobber acolá. Por vezes o pessoal em vez de se divertir, metia-se a ver o e-wrestling como algo real. Se tencionas criar um e-fed, cria antes uma nova, tentando criar algo diferente já que outro problema do e-wrestling foi tudo ficar a mesma coisa (ideias, storylines, angles, etc...), parecendo copia de umas ás outras. No principio, a TWZ foi diferente por tinha as promos no formato RP (se ainda te lembras) e foi, pelo menos, a primeira e-fed que me lembre a meter as themes dos wrestlers em cada entrada e vitoria. Outra diferença que a TWZ teve fora em principio tinha somente um ring announcer como a ECW original (Manecas), mas, mais tarde inventaram o duo (Duarte Migueis e Jorge Hermano) e meteram uma ring announcer feminina para apresentar os combates (Diana), alem disso, a TWZ chegou a fundir o seu titulo cruserweight com o seu hardcore para formar o ultimate division que era um titulo semelhante á X-division da TNA, tornando um titulo para todos os pesos e todos os estilos de wrestling. Ou seja, Crusher conseguiu criar uma e-fed que foi crescendo, somente perdendo para a VWW.
Se tiveres alguma ideia para a e-fed, se tiveres users que queiram participar e é claro, EMPENHAR nela (tanto como e-wrestlers, como prommers, writters e comentadores de cards e shows, etc...), podes criar algo de bom.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
tomatrix
Neophyte
Neophyte
avatar

Número de Mensagens : 282
Idade : 30
Data de inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   Dom Maio 09, 2010 2:28 pm

Bom, eis uma fanfic que escrevi para um concurso de escrita de anime de outro forum. Esta fanfic oneshot de Naruto passasse no confronto do Sasuke vs Naruto no vale do fim, começando quando o Sasuke activa o segundo nivel do selo amaldiçoado, com uma luta filler entre ele e o Naruto com uma cauda libertada antes do embate Chidoi / Rasengan. Acrescentei umas tecnicas inventadas.
Meti duas cançoes da ost de hokuto no ken para dar algum clima: a primeira é heart of madness que fora utilizada na luta do Rei contra o Raoh no filme de 86 e a segunda é Kareta Daichi, que é uma cançao mais dramatica. Espero que curtem a short fic e que não haja crise por ser um segundo post (apesar de achar não have crise devido ao post anterior do topico ter sido á já algum tempo atras). Com esta fanfic consegui vencer o concurso neste forum: http://youth-revolution.catch-forum.net/forum.htm . Lá tambem poderão achar outros trabalhos meus como uma short story oneshot dividida em seis posts que se caso postar cá no forum, será melhor deixar o link.
Eis a fanfic.


Citação :
One tailed Naruto vs level 2 cursed seal Sasuke

Numa floresta coberta por enormes árvores, dois seres saltavam de ramo em ramo numa velocidade estonteante. Um deles era um pequeno cão castanho com orelhas pretas e trazia consigo uma bandana com o desenho de uma folha.

Atrás do cão que perseguia algo com o seu olfacto, estava um homem vestido com roupas pretas, tendo por cima um colete verde semelhante aos utilizados por soldados. Ele trazia consigo calçado umas sandálias e tinha uma bandana semelhante á do cão na sua testa, cobrindo também o seu olho esquerdo.

O homem com cabelos cinzentos-claros que saltava de arvore em arvore numa velocidade voraz era Kakashi Hatake, um jounin de Konoha. Kakashi seguia o seu cão ninja, Pakkun na tentativa de achar o seu aluno fugitivo, Sasuke Uchiha. Uma equipa de Genin liderada pelo recem promovido a chunin, Sikamaru Nara. Entre a equipa de Nara estava outro aluno de Kakashi, Naruto Uzumaki, o jinchuriki da raposa de nove caudas.

Kakashi corria a uma velocidade incrível. Na sua mente estava o medo de chegar tarde demais para resgatar os seus alunos, como se Kakashi imaginasse o confronto que estava a haver no vale do fim.
Sasuke, após sentir a força de Naruto, que estava coberto por uma espécie de camada de chakra cor de laranja que fervia e borbulhava como se fosse um líquido a escaldar, dando-lhe a forma de uma raposa com uma cauda, leva a que Sasuke activasse o selo que recebera de Orochimaru.

O selo que tinha alcançado o seu segundo nível, leva a que Sasuke se transforme numa espécie de Yokai. A pele do irmão mais novo de Itachi fica cinzenta, e os lábios de Sasuke ficam mais carnudos, parecendo terem batom roxo. O seu cabelo cresceu, parecendo o penteado do seu antepassado, Madara Uchiha e nas suas costas estavam duas enormes mãos, parecendo asas de demónio.

Ele encara o jinchuriki que chamou de melhor amigo com um sorriso arrogante, dizendo-lhe “Está na hora de ver quem é o mais forte shinobi Naruto.”

(Ouvir a musica enquanto leem: http://www.youtube.com/watch?v=bM0sENbY3cs&feature=related )

Naruto, que estava contaminado pela raiva que era ampliada pelo bijuu das nove caudas, tinha as suas unhas crescidas em forma de garras e dentes enormes, parecendo presas. Ele observa o seu rival e amigo com os seus olhos, outrora azuis, mas agora vermelhos com um risco preto, semelhantes aos de um animal feroz, rosna “Sasssukeeee!!!!” , assim que corre em direcção ao seu oponente, como se fosse uma besta raivosa.

Uzumaki tenta atingir Sasuke com um soco, mas Sasuke intercepta o golpe do seu oponente com o seu braço direito para depois rodar para a direita para tentar acertar com um roundhouse kick com a sua perna direita, mas Naruto agarra na perna de Sasuke, antes que este atingisse a sua cara.

Sasuke contra-ataca com um impulso da sua perna esquerda, fazendo com que acertasse com ela na cara do jinchuriki. Sasuke consegue soltar-se, e após adquirir uma posição semelhante á de um lutador de Jet kune do, ele acerta com um soco na bochecha direita de Naruto, seguido de uma na esquerda, e por fim, um uppercutt de direita no queixo de Uzumaki que o faz saltar para cima, seguindo-se e um pontapé na barriga, mandando Naruto bater contra uma das estatuas do vale, mas Naruto toca na estatua com as suas pernas e aproveitando o impulso da força do pontapé com o uso das suas pernas a dobrar, como se estas fossem molas, Naruto atinge a cabeça de Sasuke com uma poderosa cabeçada.

A colisão de bandanas de Konoha gera uma pequena faísca. Sasuke é de derrubado e cai na água. Sasuke retira do seu bolso, um fuuma shuriken e após saltar da água, atira-o contra Naruto.

Naruto salta para a direita e esquiva-se da enorme arma de arremesso, mas Sasuke tinha um sorriso malicioso nos lábios ao ver o seu shuriken a voltar em direcção a Naruto, revelando ter um segundo escondido por baixo do primeiro. Naruto é cercado por ambos, mas após ser atingido, uma explosão de fumaça acontece, fazendo-o desaparecer.

O chocado Sasuke diz “Um kagebunshin!” , antes que o verdadeiro Naruto saísse por baixo de água, atingindo-lhe com um uppercutt de direita, num golpe semelhante ao que utilizou para derrotar Neji no Chunnin Shiken.

Naruto, rapidamente agarra nos dois enormes shurikens e intui “Tenho de conseguir fazer isto de uma maneira que não o mate.”. Ao mandar os dois shurikens, um de cada lado, Naruto faz o selo do Kagebunshin no jutsu, saindo desta vez, cinco de cada um dos shurikens.

“Jiu kage no shuriken kagebunshin!” gritava ele a lançar o seu jutsu. Sasuke, com a ajuda do seu sharingan, esquiva-se dos shurikens, abaixando-se e virando-se várias vezes, terminando a sua esquiva ao saltar para esquivar-se do ultimo shuriken. Os dez shurikens explodem, revelando serem kagebunshins.

Dois deles acertam com pontapés que levam o ninja ser disparado pelos ares, gritando enquanto que Sasuke é projectado pelo ar “U!”, o segundo duo de kagebunshins saltam por cima do duo anterior, e acertam com um clothesline cada, gritando “ZU!”, chegando outros dois, sendo que um ajuda o outro a saltar em direcção ao seu oponente, fazendo com que o kagebunshin atinja Sasuke com uma cabeçada, como se fosse um canhão, gritando “MA!” .
O quarto par de kagebunshins, com a ajuda do quinto par, são disparados em direcção a Sasuke, que estava a cair numa cambalhota para trás. Os dois kagebunshins acertam com um uppercutt pelo ar cada no queixo de Sasuke, como se fizessem um duplo shoryuken, gritando “KI!”

No final, três kagebunshins, são atirados em direcção a Sasuke, preparando-se para o golpe final. O primeiro acerta com um pontapé cambalhota para trás, gritando “NA!”, o segundo imita o primeiro, gritando “RU!”, e o terceiro fica por cima de Sasuke, atingindo-o com um axe kick atrás do pescoço do sobrevivente do clã Uchiha, gritando “TO!”

Sasuke cai, em direcção ao chão numa cambalhota para trás, parecendo ser o final, até que rapidamente, após um enorme ecrã de fumo, apontando o desaparecimento dos kagebunshins, aparece o verdadeiro Naruto com uma esfera de energia na sua mão direita, gritando “ NEO RENDAN!”, tentando acertar com o seu rasengan no seu melhor amigo, mas Sasuke agarra no braço a tempo e projecta Naruto em direcção ao rio.

Naruto antes de tocar com o seu rasengan no rio, ouve Sasuke a gritar “Katon: goukakyuu no jutsu!!”, assim que após inspirar profundamente, ele cospe uma enorme bola de fogo.
Como resposta, Naruto lança em direcção do goukakyuu, o seu rasengan agarrado ao braço feito de chakra laranja que se estica em direcção á bola de fogo, gerando uma enorme explosão. A explosão faz com que a água do rio suba numa espécie de tsunami espiral.

Nesse enorme remoinho, Sasuke e Naruto correm e saltam e direcção a um do outro em espiral, num combate de taijutsu extremamente rápido, chegando a ter um duelo de longo alcance, com Sasuke a utilizar o Katon: Hōsenka no Jutsu como se fosse uma metralhadora, da mesma maneira que Naruto contra-ataca ao utilizar o braço direito de chakra da kiiubi na forma de uma rajada de socos feitos de punhos em energia, parecendo uma fusão do pegasus ryu sei ken do Seiya de Cavaleiros do zodíaco, com o hokuto Hyakuretsu ken do Kenshiro de Hokuto no ken, da mesma maneira.

Após o rápido duelo de metralhadoras de ambos os ninjas, antes que as extremidades da tsunami espiral colidirem entre si, Naruto e Sasuke saltam em direcção de um do outro, fazendo em conjunto um pontapé aéreo. Ambos acertam com um corte na respectiva bochecha direita do outro.

Os dois saltam de estátua em estatua do vale, combatendo num misto de duelo de velocidade com agilidade, atingindo rapidamente um ao outro ao escalar as gigantescas estatuas como se fossem relâmpagos a baterem num no outro. Sasuke fica no cimo e consegue atingir com um axe kick em Naruto.

Antes que Naruto caísse, Naruto aponta ambos os seus punhos a Sasuke, lançando uma rajada na forma de uma barragem de socos através de punhos de chakra, atingindo Sasuke que estava por cima dele no ar, numa espécie de cruzamento de Rozan hyaku ryu ha do Shiryu de cavaleiros do zodíaco com o hokuto ujo mosho ha do Kenshiro.

Sasuke era bombardeado por socos escaldantes até que ele faz uma rápida combinação de selos com as mãos, terminando com o selo do tigre, gritando “Katon: ka no suisei dan no jutsu! (Libertação de fogo: golpe do cometa de fogo (Nota de autor: Podemos dizer que é um tributo a digimon lol)).

O corpo de Sasuke fica coberto em chamas e após uma explosão, Sasuke é disparado em direcção a Naruto com chamas em forma de uma bola de fogo gigante, com Sasuke por dentro dela.
Sasuke bate em Naruto , causando uma enorme explosão de fogo. Os dois shinobis de treze anos estavam na água, a arrefecerem após levarem ferimentos que foram queimando partes dos seus corpos: Naruto tinha várias queimaduras, enquanto Sasuke tinha marcas de punhos escaldantes á volta do seu corpo.

Os dois ficam deitados em cima da água, já fatigados e cheios de lesões. Com dificuldades, ambos levantam-se cheios de dores. Sasuke sente um espasmo no seu braço, causando-lhe alguma dor, fazendo-o lembrar-se do que lhe disseram atrás sobre o segundo nível do selo amaldiçoado.

Sasuke, juntando as suas últimas forças, salta para cima da estátua de Madara Uchiha, ficando em cima da mão onde o ninja da estátua estava a fazer um selo, esperando por Naruto.
Naruto escala a estátua de Harishama Senju, o primeiro hokage, ficando também não onde o antigo ninja preparava um jutsu. Sasuke diz para o seu rival “Estamos no nosso limite. Está na hora de terminarmos este combate.”

Naruto agarra no seu braço esquerdo que estava cheio de dores. Sasuke ao observa-lo, num tom de voz arrogante diz “Parece que esse poder também tem restrições. Seja como for, estamos nas últimas. Que tal terminarmos este combate da maneira que planeamos antes da interferência do Kakashi?”

(Musica para ouvir ao ler esta parte: http://www.youtube.com/watch?v=HH4_sQn1_wI&feature=related)

Na mão esquerda de Sasuke, vários relâmpagos pretos e brancos eram formados, da mesma maneira que um rasengan era formado na mão de Naruto. Os dois genins de Konoha saltam em direcção a um do outro, cada um gritando os seus respectivos ataques: Naruto grita “Rasengan!”, da mesma maneira que Sasuke grita “Chidori!”

A colisão de ambos os golpes gera uma enorme explosão, levando a que Kakashi descobri-se onde os encontrar. Mal Sasuke como Naruto imaginam que estão destinados, não só a lutar outra vez um com o outro, como também estão destinados a continuar uma rixa antiga entre os dois fundadores de Konoha, se não para continuar uma rivalidade antiga entre irmãos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Textinhos do Tomatrix   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Textinhos do Tomatrix
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dissident :: Lazer :: Leitura-
Ir para: